27 de mar de 2015

O que aconteceria se a Lua fosse substituída por um buraco negro? Quais seriam os impactos no nosso planeta?


Buraco negro (concepção artística).
Ilustração: 
NASA/JPL-Caltech  [domínio público]

Um buraco negro com a mesma massa Lunar seria tão pequeno que poderia passar por qualquer peneira, seu volume seria o mesmo de um grão de areia fino ou médio.

Se a o invés da Lua tivéssemos um buraco negro com mesma massa e posição que o nosso satélite natural, as marés na Terra não se alterariam. Da mesma forma como acontece hoje com a Lua, o buraco negro lunar teria o papel de estabilizar a órbita do nosso planeta.  

Com a Lua reduzida a um pequeno ponto, o planeta Terra não receberia a luz que hoje ela reflete, o que afetaria todos os tipos de animais de hábitos noturnos. Além disso, a Terra ficaria mais fria por não contar mais com o aquecimento da Lua. Em um balanço geral, a mudança da temperatura no nosso planeta seria pequena ao levarmos em conta que a Lua é de cinco ou seis ordens de magnitude mais fraca que o Sol. Medições mostram que a temperatura global do planeta Terra varia em ciclos de aproximadamente 28 dias, durante a Lua cheia a temperatura é uma pequena fração de grau mais alta que nas outras fases lunares. Porém essa diferença de temperatura é influenciada principalmente pela translação da Lua ao redor da Terra onde a Lua fica mais próxima ao Sol na fase cheia. 

Com a incidência da luz solar na Lua, ela irradia calor em forma de luz infravermelha. Essa energia afeta a temperatura do nosso planeta cerca de 10 vezes mais do que a luz visível da Lua, mas ainda cerca de 10 vezes menos que o efeito da gravidade da Terra se movendo mais perto e mais longe do Sol. Essa radiação infravermelha aquece a Terra cerca de 17°C.

Sem o luar, o planeta esfriaria ligeiramente. Mas, dado o ritmo acelerado em que adicionamos CO2 na atmosfera, poderíamos sentir a diferença de temperatura apenas em um par de semanas.

A radiação Hawking supõe que os buracos negros que perdem mais matéria do que ganham, evaporam, encolhem e consequentemente desaparecem. Se o buraco negro lunar fosse ainda menor, poderia desaparecer pelo efeito da radiação, porém pelo valor da sua massa ele absorveria mais energia do que seria emitida.

Esse buraco negro seria realmente preto. Pelo menos se não absorvesse nada. Os buracos negros emitem radiação ao absorverem os objetos, o redemoinho de matéria aquece à medida que entra no buraco negro, fazendo-o brilhar intensamente. 
 
Não haveria muitos objetos para o buraco negro sugar, ele passaria a maior parte do tempo alterando drasticamente as órbitas de partículas de poeira nas proximidades. Algo como um grão de areia empurrando outros grãos ao seu redor.


Então, por mais fascinante que sejam os buracos negros, trocar a Lua por um seria tão interessante quanto por poeira.


___
Fonte: What if?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...