9 de fev de 2012

Olimpíada Brasileira de Astronomia recebe inscrição até março



Escolas públicas e privadas de todo o país já podem garantir presença na 15ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A inscrição para os ensinos fundamental e médio vai até março e as provas, divididas em quatro níveis, serão no dia 11 de maio.

Em 2011, a olimpíada distribuiu 33.307 medalhas e reuniu 803.180 alunos de 9.153 escolas das cinco regiões, envolvendo 64.890 professores. A expectativa deste ano é atingir a marca de um milhão. Segundo o astrônomo da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e coordenador nacional da OBA, João Canalle, cada prova será constituída de 10 perguntas: cinco de Astronomia, três de Astronáutica e duas de Energia. "As questões serão, em sua maioria, de raciocínio lógico", informa.

Os estudantes mais bem classificados integram as equipes que representarão o país nas olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica - que este ano será no Brasil - e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica, além de participarem das Jornadas Espacial, de Energia, de Foguetes e do Space Camp.

Incentivo - Canalle ressalta que o objetivo do certame é fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia e ciências afins, promovendo a disseminação dos conhecimentos básicos de forma lúdica e cooperativa: "Nossa principal meta é fornecer dados corretos e atualizados aos alunos e professores".

A OBA é organizada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB). Além de Canalle integram o grupo responsável os astrônomos, Thaís Mothé-Diniz, Helio Jacques Rocha-Pinto, ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Jaime Fernando Villas da Rocha, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Unirio) e o engenheiro aeroespacial José Bezerra Pessoa Filho, do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE).

Durante todo o ano, a OBA promove os Encontros Regionais de Ensino de Astronomia (EREAs). O programa - que existe desde 2009 - é realizado com parcerias locais e principalmente com recursos obtidos junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI). Quem desejar organizar um EREA em sua região, deve entrar em contato com a secretaria oba.secretaria@gmail.com. Mais informações no site http://www.oba.org.br . (Com informações da Ascom da OBA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...