27 de ago de 2011

Descoberto planeta supostamente feito de "diamante"


A quatro-mil anos luz da terra, um planeta provavelmente formado por diamantes, orbitando um pulsar (estrela de neutron de pequeno tamanho com cerca de 20km de diametro, girando centenas de vezes e emitindo radiação capazes de serem detectadas por telescópios, tais são resultado da explosão de uma supernova) foi descoberto por uma equipe internacional de astronomos, tal noticia foi divulgada nessa sexta feira, 26 de agosto, pela Organização para a Pesquisa Industrial e Científica da Comunidade da Austrália (CSIRO), publicado na revista cientifica “Science”.


O novo planeta é bastante denso, com uma massa ligeiramente superior a de júpiter, e é formado principalmente por oxigênio e carbono, além de hidrogênio e hélio. Com cerca de 60 mil km de diametro, o planeta tem um “ano” de cerca de 2 horas e 10 minutos. Pela densidade do planeta os cientistas calculam que o carbono seja cristalino, assim grande parte desse planeta pode ser diamantes.

"A história evolutiva e a incrível densidade desse planeta sugerem que ele é composto de carbono, ou seja, um enorme diamante orbitando uma estrela de nêutrons a cada duas horas, numa órbita tão compacta que caberia dentro do nosso Sol", disse Matthew Bailes, da Universidade de Tecnologia Swinburne, em Melbourne.

O “planeta diamante” forma um sistema binário -- que são pares de corpos celestes (estrelas, planetas ou qualquer outro corpo) ligados gravitacionalmente, que orbitam um centro de massa comum – com um pulsar, batizada de PSRJ1719-1438. Os objetos são separados cerca de 600mil km e estão localizados na costelação de Serpente.


Fonte: VEJA Notícias.

Notícia enviada por Marianna Drumond. Obrigado por acompanhar o blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...